Exposição

Duplo olhar: pintura e fotografia modernas brasileiras

A Casa Roberto Marinho, centro de referência do modernismo, abre a sua sexta exposição em um ano e meio de existência.

06 Dez a 09 Ago

Terça-feira a domingo
12h às 18h

R. Cosme Velho, 1105
Rio de Janeiro, RJ

Exposição

Duplo olhar: pintura e fotografia modernas brasileiras

A Casa Roberto Marinho, centro de referência do modernismo, abre a sua sexta exposição em um ano e meio de existência.

06 Dez a 31 Jan

Terça-feira a domingo
12h às 18h

R. Cosme Velho, 1105
Rio de Janeiro, RJ

Ismael Nery
Nós, 1926 (Detalhe)

Nós

A Casa Roberto Marinho, centro de referência do modernismo, abre a sua sexta exposição em um ano e meio de existência

Raro em nossa historiografia da arte um exame que relacione o percurso inovador da fotografia e o da pintura do século XX. As muitas revisões sobre o período geralmente tratam-nas como universos isolados, a não ser no caso de artistas que edificam as suas obras com registros de luz em teleobjetiva e pincel.

A exposição, com curadoria de Paulo Venancio Filho e Marcia Mello, oferece a possibilidade de vermos as correspondências, permeabilidades, diálogos e influências, assim como torna mais densa a história de nossa arte, no tempo que o Brasil sonhava ser moderno.

E, hoje, “Duplo olhar” nos ajuda na clareza da importância dessa geração de artistas, a despeito da técnica ou do meio pelo qual se expressou.


Lauro Cavalcanti
Diretor Executivo
Instituto Casa Roberto Marinho

Artistas presentes na exposição

Vídeo

Duplo Olhar

Exposição

Enquanto

Enquanto foi organizada em um tempo que nos foi, de certo modo, roubado; com urgência, tal qual uma reportagem, selecionamos a produção de Carlos Vergara, Luiz Aquila e Roberto Magalhães como exemplos da transcendência, necessidade básica e importância da arte, sempre, para nos ajudar a superar e entender tempos tão difíceis.

03 Out a 31 Jan

Terça-feira a domingo
12h às 18h

R. Cosme Velho, 1105
Rio de Janeiro, RJ

Visite a exposição

Exposição

Enquanto

Enquanto foi organizada em um tempo que nos foi, de certo modo, roubado; com urgência, tal qual uma reportagem, selecionamos a produção de Carlos Vergara, Luiz Aquila e Roberto Magalhães como exemplos da transcendência, necessidade básica e importância da arte, sempre, para nos ajudar a superar e entender tempos tão difíceis.

03 Out a 31 Jan

Terça-feira a domingo
12h às 18h

R. Cosme Velho, 1105
Rio de Janeiro, RJ

Visite a exposição

Exposições Anteriores

Duplo olhar: pintura e fotografia modernas brasileiras

Duplo olhar: pintura e fotografia modernas brasileiras

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 06 DEZ A 09 AGO 2020

Curadoria: Paulo Venancio Filho e Marcia Mello

O Jardim

O Jardim

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 06 DEZ A 13 SET 2020

Curadoria: Lauro Cavalcanti

Estrangeiros na Coleção Roberto Marinho

Estrangeiros na Coleção Roberto Marinho

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 19 JUL A 10 NOV 2019

Curadoria: Lauro Cavalcanti

Djanira: a memória de seu povo

Djanira: a memória de seu povo

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 28 JUN A 27 OUT 2019

Curadoria: Isabella Rjeille e Rodrigo Moura

Modernos +

Modernos +

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 07 DEZ A 09 JUN 2019

Oito décadas de abstração informal

Oito décadas de abstração informal (2)

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 07 DEZ A 09 JUN 2019

Modernos 10

Modernos 10

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 28 ABR A 04 NOV 2018

Curadoria: Lauro Cavalcanti

Quantidade de obras: 124

10 Contemporâneos

10 Contemporâneos

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 28 ABR A 04 NOV 2018

Curadoria: Lauro Cavalcanti

Quantidade de obras: 10