Exposição

A Escolha do Artista na Coleção Roberto Marinho

Esta mostra encerra a trilogia Casa, Jardim, Coleção. E abre para a Casa Roberto Marinho novos caminhos nessa permeável fronteira entre o moderno e o contemporâneo.

13 Mar a 19 Set

Terça-feira a domingo
12h às 18h

R. Cosme Velho, 1105
Rio de Janeiro, RJ

Exposição

A Escolha do Artista na Coleção Roberto Marinho

Esta mostra encerra a trilogia Casa, Jardim, Coleção. E abre para a Casa Roberto Marinho novos caminhos nessa permeável fronteira entre o moderno e o contemporâneo.

13 Mar a 19 Set

Terça-feira a domingo
12h às 18h

R. Cosme Velho, 1105
Rio de Janeiro, RJ

Ione Saldanha
Ripas, 1991 (Detalhe)

Ripas

Esta mostra encerra a trilogia Casa, Jardim, Coleção. E abre para a Casa Roberto Marinho novos caminhos nessa permeável fronteira entre o moderno e o contemporâneo

A Escolha do Artista na Coleção Roberto Marinho propôs a cinco expoentes de artes plásticas a seleção de peças do acervo da Casa e a subsequente conversa com suas próprias obras. Parte fundamental do projeto foi a “conversa” ocorrer nos termos estabelecidos pelos próprios artistas.

Raul Mourão estabelece um contraste entre o Brasil idílico do quadro de Portinari com a época atual.

Cristina Canale selecionou, em sua maioria, retratos e no trabalho inédito propõe um pictórico diálogo, imaginando os caminhos e escolhas de Di Cavalcanti no seu quadro: “Ivete Rocha Bahia”, óleo de 1963.

“Sinto sua falta” é o título do múltiplo especialmente feito por Antonio Manuel. Junto com um díptico e a série ”Frutos de Espaço”, interagem com obras de José Pancetti, o quadro sobre infância, “Boneco”, 1939, preferido do proprietário da Coleção, e um conjunto de paisagens que sobreviveram, desse modo, somente nas telas.

Beth Jobim identificou nas ripas de Ione Saldanha questões inerentes à sua própria poética pessoal. E reproduziu um texto de Lygia Pape sobre Ione criando uma nova camada de possibilidades nesse encontro de três artistas essenciais da arte brasileira.

Waltercio Caldas propõe calar as exterioridades que podem interferir em nossa percepção. A arte interna à própria arte. Antes de sua nomeação por nós ou pelo seu próprio autor: “O momento antes dos nomes”.

Lauro Cavalcanti
Diretor Executivo Casa Roberto Marinho
Março de 2021

Artistas presentes na exposição

Vídeo

A Escolha do Artista

Exposição

Fluxos do Moderno

1910-1940

12 Mar a 26 Jun

Terça-feira a domingo
12h às 18h

R. Cosme Velho, 1105
Rio de Janeiro, RJ

Visite a exposição

Exposição

Fluxos do Moderno

1910-1940

12 Mar a 26 Jun

Terça-feira a domingo
12h às 18h

R. Cosme Velho, 1105
Rio de Janeiro, RJ

Visite a exposição

Exposições Anteriores

O Jardim

O Jardim

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 06 DEZ A 13 SET 2020

Curadoria: Lauro Cavalcanti

Estrangeiros na Coleção Roberto Marinho

Estrangeiros na Coleção Roberto Marinho

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 19 JUL A 10 NOV 2019

Curadoria: Lauro Cavalcanti

Djanira: a memória de seu povo

Djanira: a memória de seu povo

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 28 JUN A 27 OUT 2019

Curadoria: Isabella Rjeille e Rodrigo Moura

Modernos +

Modernos +

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 07 DEZ A 09 JUN 2019

Oito décadas de abstração informal

Oito décadas de abstração informal (2)

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 07 DEZ A 09 JUN 2019

Modernos 10

Modernos 10

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 28 ABR A 04 NOV 2018

Curadoria: Lauro Cavalcanti

Quantidade de obras: 124

10 Contemporâneos

10 Contemporâneos

Casa Roberto Marinho

Rio de Janeiro - 28 ABR A 04 NOV 2018

Curadoria: Lauro Cavalcanti

Quantidade de obras: 10

Oito décadas de abstração informal

Oito décadas de abstração informal

Museu de Arte Moderna de São Paulo

São Paulo - 16 JAN A 22 ABR 2018

Curadoria: Felipe Chaimovich e Lauro Cavalcanti